O restaurante Suba, do hotel Verride Palácio Santa Catarina, em Lisboa, reabriu no dia 8 de junho. 

Neste regresso, o restaurante apresentou menus completamente renovados que se inspiram numa cozinha de memória e no melhor da terra e do mar, entre os quais se destaca o novo menu vegetariano, composto por cinco momentos.

Black angus curado

As propostas do chef Fábio Alves para as entradas passam por um mil-folhas de foie-gras e pêra bêbada, o ouriço do mar, e o black angus curado. Do mar, a lula com estufado de legumes e guacamole e o lavagante com tortellinis do mesmo e caviar são as duas sugestões que o chef realça. 

Para quem prefere carne, o cabrito de leite e a vitela maturado são os pratos indicados e sugeridos pelo chef.

Cabrito de leite

Além da esfera de chocolate, o chef sugere para o final da refeição a “banana flambé”, ou “doces das nossas tradições”, que são uma fusão de mil-folhas de Sericaia, leite-creme em folha de hóstia e gelado de Abade de Priscos. 

Banana flambé

Em paralelo aos menus de degustação, o Suba propõe o Menu do Chef, em cinco momentos, renovados a cada 15 dias. Este menu tem o valor de 65 euros por pessoa, sem bebidas incluídas.

Diariamente, ao almoço e jantar, as criações do chef de cozinha e da sua equipa podem ser apreciadas em três menus de degustação, com valores entre os 50 euros e os 110 euros (sem bebidas incluídas), estando também disponível o serviço à carta.

Durante a semana ao almoço, de terça a sexta-feira, o Suba propõe ainda um Menu Executivo, renovado semanalmente e sempre com duas opções de entrada, prato principal e sobremesa, além de couvert e café, por um valor de 25 euros, sem bebidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor coloque aqui o seu comentário
Por favor coloque o seu nome aqui