Casa 1876, São Brás de Alportel

Um pouco em contra-corrente, os turismos rurais provaram ser uma alternativa para quem procura, nestes tempos de pandemia, um refúgio de lazer por uns dias. Proporcionam conforto, tranquilidade, segurança e contacto com a natureza. Agora, que se conhece o plano para desconfinar, comece a planear a escapadinha com que tanto sonhou.

Monte Velho Equo-Resort – Arraiolos

A piscina do Monte Velho oferece vistas panorâmicas

O Monte Velho Equo-Resort é um boutique hotel, situado a sete quilómetros de Arraiolos numa quinta de criação de cavalos da raça Lusitano. A propriedade pertence ao arquiteto Diogo de Lima Mayer, responsável pelo projeto de arquitetura, enquanto o design de interiores ficou a cargo de Margarida de Lima Mayer, sua mulher. O resultado é uma propriedade que se funde com a paisagem rural. Cada quarto abre para uma varanda mobilada com vistas para a área rural e para a barragem. Há muitas atividades ao ar-livre para fazer no Monte Velho, mas destacamos os passeios a cavalo. O resort dispõe de programas de passeios a cavalo no campo e aulas de equitação. A piscina no último piso também é convidativa, oferecendo vistas panorâmicas. Estão espalhadas algumas áreas de estar com guarda-sóis e espreguiçadeiras pelos jardins, onde os hóspedes podem desfrutar de um pôr-do-sol alentejano.

Conversas de Alpendre – Vila Nova de Cacela

No sotavento algarvio encontramos este turismo rural criado por Marta e Tiago, os anfitriões das Conversas de Alpendre. Neste refúgio, onde o conforto é a palavra de ordem, encontramos onze espaços “desenhados numa perfeita harmonia entre rusticidade e sofisticação, com madeiras, têxteis e azulejos típicos portugueses”. Estão disponíveis quatro tipologias de suites e um apartamento familiar, todos plenamente mobilados e com todas as comodidades necessárias para uma estadia que se quer memorável. Completam a oferta deste turismo rural uma sala comum, a biblioteca e o bar, onde se servem os pequenos-almoços regionais com produtos biológicos da própria quinta, para começar o dia ao sabor do melhor que o Algarve tem para oferecer. A propriedade oferece ainda uma piscina de água salgada e várias atividades e experiências, como a preparação de piqueniques para ir a banhos o dia inteiro nas praias paradisíacas do sotavento algarvio.

Casa 1876 – São Brás de Alportel

Marie e Henrique renovaram a propriedade da família no concelho de São Brás de Alportel, com a preocupação de respeitar a arquitetura e o caráter da casa original, mas incluindo ao mesmo tempo todos os “confortos modernos, como ar condicionado, bons chuveiros, portas e janelas novas”. Tons e materiais naturais, como terracota, paredes branqueadas e mantas macias tornam o ambiente da Casa 1876 aconchegante e descontraído. Como é uma propriedade com 140 anos, que foi renovada (e esse é o seu encanto), os quartos não são grandes. Em compensação, no exterior encontramos uma piscina e um grande deck de madeira com grandes espreguiçadeiras sob guarda-sóis de palha. As vistas mágicas sobre os olivais e o mar ao longe tornam este espaço perfeito.

Casa da Volta – Grândola

A poucos minutos de Grândola, a Casa da Volta está situada numa propriedade de 8 hectares que se estende sobre a planície alentejana salpicada por sobreiros. Com um design moderno, a Casa da Volta foi, no entanto, construída com técnicas tradicionais e materiais locais. Coberta com telhas típicas portuguesas, a casa foi construída à volta de um pátio e protegida por um muro que confere uma sensação de aconchego e retiro e criando um enclave de tranquilidade e simplicidade. A casa dispõe de seis suites também elas preparadas para proporcionar conforto e relaxamento. É, assumidamente, “um dos alojamentos que faz parte de um novo movimento de estadias e experiências em Portugal que vão na contramão, que opta pelo isolamento em vez da localização ‘hot spot’”. Aqui pode viver várias experiências fora e dentro de casa. “O jantar ao ar livre é dividido entre o pátio e o terraço dos fundos, além de uma piscina infinita que reflete o céu e serve para se refrescar. Talvez nunca precise sair.”

Casas da Levada – Ponta do Pargo, Madeira

A propriedade rural Casas da Levada está localizada na Ponta do Pargo, na ponta oeste da ilha da Madeira, sendo uma boa opção para quem quer usufruir da natureza que a ilha oferece. Este alojamento de charme nasceu da transformação de antigas casas para fins rurais e agrícolas.  Rodeadas por amplos espaços verdes e hortas, as 6 casas oferecem uma vista total para o Oceano Atlântico. Entre as Levadas que percorrem todo o espaço, existe uma Piscina Infinita com solário e um espaço com animais. O alojamento promove a sustentabilidade e o equilíbrio com a natureza e é ideal como ponto de partida para atividades de natureza como caminhadas, BTT, observação de golfinhos, baleias e pássaros e muito mais. As casas são independentes e têm várias tipologias. Dispõem de cozinha totalmente equipada, Sala de Estar, Wi-Fi, Salamandra, Aquecedor, TV, Pátio exterior e vista para o oceano e piscina.

Artigo anteriorSe vai visitar os Açores, tem de conhecer este site com experiências à medida
Próximo artigoA.gentes.em.viagem. Estes quatro amigos fazem diretos no Facebook para quem quer voltar a viajar

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor coloque aqui o seu comentário
Por favor coloque o seu nome aqui