Ocean Decade exposição

A exposição decorre de 25 de junho a 9 de julho de 2022 na Praça do Rossio e foi programada para coincidir com a Conferência dos Oceanos da ONU em Lisboa. Depois de Lisboa, a exposição vai estar em Genebra e outras grandes cidades. São quase quarenta obras de artistas de todo o mundo, e cada uma ilustra criativamente um dos sete Princípios da Alfabetização Oceânica da ONU.

As obras de arte também estão a ser disponibilizadas gratuitamente para que qualquer pessoa possa fazer a curadoria e criar as suas próprias exposições. Existem ainda micro-exposições que estão a ser organizadas e exibidas em escolas e aquários por todo o mundo.

Em colaboração com a The Ocean Agency, com a Comissão Oceanográficaca Intergovernamental da UNESCO, a Câmara Municipal de Lisboa e outros parceiros, a Fundação Oceano Azul está a promover na Fonte Central da Praça do Rossio, em Lisboa, a exposição “Ocean Decade”. O objetivo é conseguir “sensibilizar para a importância do oceano” e” promover maior conhecimento e conservação dos oceanos durante a decisiva Década dos Oceanos da ONU para o Desenvolvimento Sustentável 2021-2030″, lê-se numa nota.

O programa da exposição, endossado como uma atividade oficial da “Ocean Decade”, foi idealizado pela The Ocean Agency, organização sem fins lucrativos, conhecida por revelar os impactos das alterações climáticas no oceano no documentário original da Netflix, “Chasing Corals”.

“A ciência e a conservação dos oceanos têm um problema de imagem – as pessoas geralmente não estão envolvidas e há pouca consciência sobre a importância fundamental do oceano para a vida no nosso planeta. Isso levou a uma falta crónica de apoio à ciência e conservação dos oceanos. O nosso objetivo com esta exposição é fazer com que as pessoas vejam o oceano de uma perspetiva completamente nova e pensem na importância de protegê-lo”, declara Richard Vevers, fundador da The Ocean Agency.

Já João Falcato, administrador da Fundação Oceano Azul, refere que “há décadas que o Oceano nos protege silenciosamente de todos os impactos das alterações climáticas. No entanto, as nossas sociedades continuam a ignorar a profundidade da crise oceanica. Esta exposição pretende despoletar uma resposta emocional nas pessoas, trazendo o oceano das profundezas e das trevas para a vida do visitante”.

O conteúdo da exposição em exibição está a ser fornecido pela comunidade criativa global, especialmente jovens artistas e designers, mobilizados através de uma série de desafios criativos em parceria com a Adobe e outros parceiros. A campanha #CreateWaves, da Adobe e da The Ocean Agency, iniciou o segundo desafio criativo na Semana Mundial dos Oceanos, permitindo que qualquer pessoa faça parte da Ocean Decade Exhibition e veja o seu trabalho a contribuir para o aumento da consciencialização inspirando para a ação.

Artigo anteriorE que tal um cocktail enquanto vê o pôr do sol da Ericeira e ouve um DJ Set? Conheça o Índigo
Próximo artigoGrupo Pestana tem estadias a preços especiais até dia 10 de julho

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor coloque aqui o seu comentário
Por favor coloque o seu nome aqui