Dresden @ Francesco Carovillano

Para todos aqueles que estão com saudades de viajar, o Turismo Alemão sugere uma viagem online por alguns dos seus destinos ou atrações mas emblemáticas. Na lista surgem Dresden, a Casa de Beethoven, o Museu Ludwig, com a mais extensa coleção de Pop Art da Europa. Mas também pode subir ao topo do Reichstag e da Torre de TV de Berlim, explorar a região de Hanôver e descobrir Lübeck.

Passear por Dresden

Dresden @ Francesco Carovillano

A capital do estado da Saxónia é tão sedutora que lhe chamam “Florença do Elba”, o rio que a banha. Muito verde, está repleta de palacetes e museus, todos a merecer uma visita demorada.

Agora pode passear-se virtualmente por Dresden e conhecer monumentos incontornáveis como a Frauenkirche (ou Igreja de Nossa Senhora), o seu principal símbolo, espreitar o famoso Palácio Zwinger e muitas outras atrações, desde o interessantíssimo Museu de História Militar à inovadora Fábrica Transparente da Volkswagen.

Berlim vista do céu

Reichstag @ Dagmar Schwelle

O Reichstag é um edifício cheio de história: construído em 1884, ardeu em 1933, foi destruído na II Guerra e ganhou uma vistosa cúpula de vidro, assinada pelo famoso arquitecto Norman Foster, em 1999, ano em que passou a acolher o Parlamento. Por tudo isso, visitá-lo é sempre uma experiência especial – nem que seja online.

O mesmo acontece com a Torre de TV berlinense, outra das principais atrações da cidade. Construída nos tempos da República Democrática e com nada menos de 368 metros, é o mais alto edifício da Europa aberto ao público.

Em Bona, na casa de Beethoven

Beethoven Haus @ David Ertl

A 16 de dezembro de 1770 Beethoven nascia no centro desta bela cidade. Adquirida pela Associação Beethoven-Haus, a residência foi transformada num espaço museológico que inaugurou em 1893, tendo sido totalmente remodelado e ampliado para, há um ano, celebrar o 250º aniversário do compositor.

Manuscritos originais, retratos, mobiliário, instrumentos musicais e objetos do quotidiano, incluindo aparelhos que Beethoven usou para combater as crescentes dificuldades auditivas, integram a coleção daquele que é um dos museus de música mais visitados do mundo.

À descoberta de Lübeck

Holstentor, Lübeck

Quem ainda não conhece esta cidade hanseática, localizada a menos de 70 quilómetros de Hamburgo, tem agora oportunidade de visitar virtualmente o seu centro histórico, que integra a lista do Património Mundial da UNESCO, e muitos outros atrativos. Destaca-se o seu maior símbolo: Holstentor, porta fortificada erguida em finais do século XV e que, entre as suas paredes com 3,5 metros de espessura, acolhe uma exposição sobre a história local. Durante o passeio pela terra de três prémios Nobel (Thomas Mann e Willy Brandt nasceram aqui, Günter Grass residiu) até pode entrar na Niederegger Marzipan, a mais afamada produtora de maçapão a nível mundial.

Muita arte em Colónia

Museum Ludwig, Colónia

Entre os muitos motivos para querer ir até Colónia conta-se certamente o Museu Ludwig, nascido da generosidade de Peter e Irene Ludwig, que doaram à cidade 350 obras muito especiais. Assim, o moderno edifício situado na vizinhança da famosa Catedral, classificada Património Mundial pela UNESCO, acolhe a mais extensa coleção de Pop Art da Europa; a terceira maior coleção de Picasso do mundo; uma das melhores coleções do expressionismo alemão; e uma das coleções de fotografia mais importantes a nível internacional. Visite-o aqui:

Hanôver e região

Hanover @ LookphotosTravel Collection

Reconhecida internacionalmente pelas suas feiras e congressos, Hanôver é também um bom destino para uma viagem de lazer. Subir ao topo da Neues Rathaus (ou nova Câmara Municipal), no elevador com teto e chão de vidro, traduz-se numa experiência tão única como a vista, que em dias limpos se estende às montanhas do Harz. O Palácio e Jardins de Herrenhausen, antiga residência de verão da Casa Real de Hanôver, constituem outra visita imperdível, tal como o passeio à beira do rio Leine que exibe as três Nanas, esculturas da artista Niki de Saint Phalle. E há muito mais para descobrir, quer na cidade quer nos arredores, nomeadamente o Castelo de Marienburg.

Artigo anteriorNovo navio da MSC Cruzeiros aposta na tecnologia e até há um robô a servir cocktails
Próximo artigoEmpresa Descobrimentos desafia clientes a mergulharem por uma boa garrafa vinho

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor coloque aqui o seu comentário
Por favor coloque o seu nome aqui