Giornico, Suíça. Fonte: Pinterest

Fugir da rotina e conhecer outras cidades é sempre bom, mas uma escapadinha de fim de semana nem sempre dá para as conhecer bem.

Por isso, a Travel + Leisure fez uma lista com 25 vilas europeias que não são muito conhecidas e que não precisam de muito tempo para serem aproveitadas e exploradas ao máximo e o melhor é que nesta lista há uma vila portuguesa.

Giornico, Suíça

Giornico, Suíça. Fonte: Travel + Leisure

Giornico é uma pequena vila na região de Ticino, no sul da Suíça e, por fazer fronteira com Itália, nesta região o idioma predominante é o italiano.

A vila de Giornico está situada num vale e está rodeado por um conjunto de pedras pertencentes ao século XIV.

Esta vila tem ainda duas pontes de arco em pedra que ligam as duas margens da vila separadas pela passagem do rio Ticino.

Kotor, Montenegro

Kotor, Montenegro. Fonte: Travel + Leisure

Kotor é uma vila na costa Adriática, de Montenegro.

Esta vila tornou-se popular devido à pouca afluência de turistas que tem comparativamente às encostas de França e Itália.

Kotor é uma vila antiga, mas bem conservada. Nela pode ver edifícios antigos com telhados vermelhos a contrastar com as cores verdes e azuis das suas águas.

Bolgheri, Itália

Bolgheri, Itália
Bolgheri, Itália. Fonte: Travel + Leisure

A Viale dei Cipresi é a estrada de cinco quilómetros que vai dar a Bolgheri.

Esta vila italiana fica entre as vinhas de Maremma, no sul da região Toscânia, em Itália.

Bolgheri é conhecida pelos seus vinhos que começaram a ser produzidos em 1980 e, atualmente, competem com os vinhos da região francesa, Bordéus.

Staufen im Breisgau, Alemanha

Staufen im Breisgau, Alemanha
Staufen im Breisgau, Alemanha. Fonte: Travel + Leisure

Staufen im Breisgau é uma vila perto da Floresta Negra, no sul da Alemanha. Este é um destino ideal se quer aproveitar uma escapadinha de fim de semana para degustar vinho.

Esta vila alemã fica muito perto da fronteira com França e, caso vá de carro até Staufen im Breisgau, depara-se com colinas cobertas de vinhas e quando vir uma estátua de Baco, Deus do vinho, é sinal que chegou ao centro da vila alemã.

Nesta vila, a Câmara Municipal com o seu estilo gótico contrasta com as cores pastel que caracterizam as casas.

Uma das recomendações dadas a quem viaja para Staufen im Breisgau é que se juntem aos locais nos cafés e passem a tarde a beber, nada mais, nada menos, do que vinho.

Lavenham, Inglaterra

Lavenham, Ingalterra. Fonte: Travel + Leisure

Lavenham fica em Suffolk, em Inglaterra, e é, por muitos, considerada a vila mais bonita de Inglaterra.

Esta vila possui mais de 350 casas e a rua principal é repleta de lojas de brinquedos para crianças e de casas de chá.

Aberdour, Escócia

Aberdour, Escócia. Fonte: Travel + Leisure

A partir de Edimburgo, capital escocesa, existe um comboio que o leva para uma vila em que são poucos os carros que lá circulam, Aberdour.

Esta é uma pequena vila em que os carros não são necessários, nem muito bem-vindos, devido à curta distância que existe entre os locais da vila.

Aberdour é também conhecida como um sítio tranquilo a ficar durante a época do Festival Internacional de Edimburgo, que ocorre em agosto.

Norcia, Itália

Norcia, Itália. Fonte: Travel + Leisure

Norcia é uma vila que fica na zona de Umbria, no centro de Itália, e, além de ser conhecida pela sua florestação, a cozinha artesanal é uma das suas imagens de marca.

Nesta vila a comida é uma das protagonistas e por isso, na primavera, os locais celebram o Festival de São Bento onde os queijos, o Ciauscolo, Salumi de javali e o presunto são degustados e apreciados por todos os que visitam o festival.

Roundstone, Irlanda

Roundstone, Irlanda. Fonte: Travel + Leisure

Roundstone é uma vila situada na costa oeste irlandesa e é conhecida por amoras bastante saborosas.

No entanto, mesmo que não goste de amoras, Roundstone é uma vila bastante atraente não só pela sua história, como também pelos locais mais conhecidos, como é o caso de Errisbeg Hill, é uma montanha sob a qual consegue visionar o Parque Nacional de Connemara.

Se quando visitar esta vila estiver a chover, não se preocupe porque há vários pubs que não o vão deixar andar à chuva.

Chassignolles, França

Chassignolles, França. Fonte: Travel + Leisure

Chassignolles é uma vila nos Alpes franceses e tem várias atrações relacionadas com a natureza, como os vulcões verdes adormecidos e vários riachos que, supostamente, têm capacidades curativas.

Nesta vila, a comida é uma das principais atrações, pois a cozinha ainda é bastante tradicional e utiliza-se, maioritariamente, produtos locais.

Folegandros, Grécia

Folegandros, Grécia. Fonte: Travel + Leisure

Folegandros é uma ilha grega que em nada se assemelha à compatriota, Santorini.

Nesta ilha não há multidões que procuram o melhor spot para tirar uma fotografia, ou os restaurantes mais in da ilha, como é o caso de Santorini.

Em Folegandros mais depressa de vê um fato, conjunto de cabras, do que uma multidão.

A Travel + Leisure afirma que este é um destino para relaxar e aproveitar o mar Egeu.

Getaria, Espanha

Getaria, Espanha. Fonte: Travel + Leisure

Esta vila é conhecida pelas especialidades que vêm do mar, como as lulas ou pregados retirados do Golfo da Biscaia e que depois são grelhados.

Gataria fica a 24 quilómetros de San Sebastian e é uma vila em que aos sábados e domingos as famílias se juntam para fazer grandes almoços e jantares.

Marvão, Portugal

Marvão, Portugal. Fonte: Travel + Leisure

Marvão é uma aldeia alentejana conhecida pelo seu castelo que, inicialmente pertencia aos mouros e que no século XIII foi conquistado pelos cristãos.

Se subir até ao topo do castelo vai ter uma vista panorâmica por toda a vila alentejana.

Carregue na fotogaleria para ver as restantes localidades.

Artigo anteriorQuer dormir no céu ou no inferno? Este hotel em Florença inspira-se na Divina Comédia de Dante
Próximo artigo6 destinos românticos em Portugal para passar o Dia dos Namorados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor coloque aqui o seu comentário
Por favor coloque o seu nome aqui