Quando Sarah Aly viajou para o Sri Lanka, no Natal de 2018, não imaginava que essa viagem marcasse o início da vinda da marca de ayurveda Spa Ceylon para Portugal. Foi por acaso que se cruzou pela primeira vez com a marca, em Colombo, na capital do Sri Lanka, depois de uma ida a um centro comercial. “Nunca tinha ouvido falar e sabia pouco sobre ayurveda”, mas foi amor à primeira vista. Enquanto consumidora de produtos de bem-estar e cosmética, evita comprar produtos com químicos e tem um certo ceticismo face aos resultados. Mas nesse dia comprou a linha “Sleep” da Spa Ceylon e, depois de experimentar, ficou “fascinada”. Depois desse primeiro contacto, Sarah Aly nunca mais desistiu de trazer para Portugal a representação da marca. Seguiu-se um encontro com Shiwantha Diase e Shalin Balasuriya, os irmãos que fundaram em 2010 a Spa Ceylon, e meses de intensa pesquisa para perceber se era viável trazer a marca para Portugal. “Estamos a falar de uma indústria que é muito regulada na Europa”, conta. Com mais de 100 lojas e spas em geografias tão diferentes como o Japão ou a Suíça, Portugal estava fora dos radares da marca para a abertura de uma loja. Mas no final de 2019, já depois de uma visita dos fundadores ao país, Sarah Aly ficou com os direitos de representação em Portugal da Spa Ceylon, a maior cadeia do Mundo de Ayurveda de Luxo.

A pandemia obrigou a um atraso na abertura da primeira loja na Rua Castilho, em Lisboa, agendada inicialmente para o primeiro trimestre de 2020. A abertura acabou por acontecer em maio e, pouco tempo depois, abriu a segunda loja no Centro Comercial Colombo.

Apesar de ser um conceito completamente novo para o consumidor português, tratando-se de produtos “ayurveda”, e “não cosmética tradicional”, Sarah Aly afirma que tem havido uma grande adesão aos produtos da Spa Ceylon. A ayurveda tem como objetivo o “bem-estar interior” e os produtos da marca são produzidos com ingredientes naturais do Sri Lanka (aloe vera, cardamomo, canela, erva cidreira, entre outros), sem recurso a químicos frequentemente usados nos produtos de cosmética tradicionais, como os parabenos. O que também distingue a Spa Ceylon é o forte compromisso com a produção sustentável local, o uso apenas de produtos vegan (o único produto de origem animal é a cera de abelha) e a conservação da vida selvagem, nomeadamente dos elefantes selvagens do Sri Lanka.

A Spa Ceylon tem duas lojas físicas em Portugal, na Rua Castilho e no Centro Comercial Colombo, e está disponível ainda online

Explosão de sentidos

A entrada numa loja da Spa Ceylon é uma explosão de sentidos para logo em seguida experimentarmos uma sensação de tranquilidade e bem-estar. À vista saltam as cores das embalagens, ornamentadas pelas mandalas dos jardins dos antigos palácios do Ceilão. Os olhos já estão conquistados. À medida que entramos no universo do Spa Ceylon (e não é preciso sermos especialistas em ayurveda, porque a marca é muito intuitiva) vamos percebendo que tudo é pensado para encontrar uma completa sensação de bem-estar. As gamas de produtos para o rosto, corpo ou cabelo estão replicadas também em chás, bálsamos, óleos essenciais e produtos para a casa tais como fragrâncias, velas, sabonetes, difusores e incensos, com o objetivo final de que a aromaterapia esteja presente em cada passo do dia-a-dia, desde o ritual do banho até à fragrância da casa.

Para quem quer ter um primeiro contacto com a marca em toda a linha, a Spa Ceylon disponibiliza coffrets com gel, creme de corpo, serum de massagem, spray de almofada à base de água, sabonete e bálsamo (80€). Ou um conjunto de três produtos: spray, bálsamo e creme de corpo (47€). Os produtos têm uma duração longa, resultando num bom preço-qualidade, sendo essa uma das características que também distingue a marca.

O “best seller” internacional da Spa Ceylon é a gama Sleep. Em Portugal, as vendas dividem-se entre a gama Sleep, Peace e De-stress. A primeira ajuda a dormir, a segunda promove uma sensação de tranquilidade e a terceira alivia o stress e alinha os chakras. Para todas existe um chá de infusão correspondente. Os chás, juntamente com os bálsamos e o spray de almofada estão entre os produtos mais vendidos em Portugal e até há clientes portugueses que, por conhecerem a Spa Ceylon de viagens ao Sri Lanka, aguardavam a chegada do chá de Sleep Intense – a pandemia e o facto da produção ser sustentável e local tem implicações na chegada de alguns dos produtos.

A gama Sleep é o ‘best seller’ da marca em todo o mundo

Floral Paradise – um presente de Natal

Todos os anos Spa Ceylon lança uma edição festiva. Denominada Floral Paradise, a coleção deste ano exibe uma embalagem com um padrão diferente, sempre inspirado nos motivos florais dos jardins do Sri Lanka. Em destaque nas lojas, mas também no shopping online, a Floral Paradise assume-se como uma opção de oferta no Natal, mas também no Dia da Mãe ou no Dia dos Namorados. Em versão miniatura, encontram-se várias opções como os perfumes em creme, que são pouco habituais em Portugal, “mas que têm tido uma grande adesão”. Uma vez mais sem recurso a químicos, com a vantagem da fragrância perdurar durante muito mais tempo. O package Floral Paradise Crème Perfume Collection conta com três perfumes pelo valor de 39€. Outra opção é o package com os quatro bálsamos (peace, comfort, sleep, happy). Um dos best seller da marca por 49,99€.

Embora recente em Portugal e com lojas físicas apenas em Lisboa, a Spa Ceylon já está disponível para vendas em todo país, através da sua loja online. A marca quer ainda chegar ao mercado da hotelaria através da sua linha de amenities, quer com os produtos da Spa Ceylon, ou criando uma fragrância à medida da unidade de alojamento.

A Floral Paradise é a edição especial lançada este ano e é ideal para oferecer em ocasiões especiais como o Natal

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor coloque aqui o seu comentário
Por favor coloque o seu nome aqui