Cavalariça Lisboa

O restaurante Cavalariça, aberto na Comporta desde 2017, abriu em 2020 um pop up em Lisboa que durou até janeiro deste ano. No entanto, Bruno Caseiro e Filipa Gonçalves, responsáveis pelo projeto, já tinham em vista uma nova morada na capital. O espaço permanente, que será no Largo Camões, inicia as obras este ano, mas enquanto ainda não está pronto, é no antigo Optimista, em plena Rua da Boavista, que a Cavalariça estará aberta de quarta a sábado, ao almoço e jantar.

O período de pausa inspirou a criação de uma carta totalmente nova. Foram introduzidos dois menus “Rédea Solta”, que propõem uma forma mais casual de menu degustação, onde os clientes ficam “na mão do chef”.

Também os vinhos são uma forte prioridade, com a carta a ser alargada e com referências internacionais a serem introduzidas, sempre com foco em pequenos produtores e em opções orgânicas e naturais.

Há ainda clássicos que, nesta reabertura, não podem sair de cena. É o caso do pão de fermentação lenta e da focaccia caseira. O brioche com parfait de aves e chutney de laranja é outro dos best-sellers que se mantém no menu.

A restante carta é totalmente nova, refletindo um novo foco na sazonalidade e nas opções vegetarianas. Alguns exemplos são o tomate coração de boi com migas e courgette, o peixe selvagem curado com alperce grelhado e funcho ou o peixe-espada ao vapor com beringela e beurre-blanc de amêndoa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor coloque aqui o seu comentário
Por favor coloque o seu nome aqui