A Feira Internacional do Artesanato (FIA Lisboa) regressa para a sua 34.ª edição, com artesanato de 31 países diferentes, numa exposição que retoma os habituais três pavilhões da FIL – Feira Internacional de Lisboa.

A feira irá decorrer de 25 de junho a 3 de julho, sendo a maior mostra concentrada de artesanato nacional e internacional da Península Ibérica e a segunda maior de toda a Europa.

No Pavilhão 1 estará representado artesanato nacional, bem como uma exposição do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) sobre o Prémio Nacional do Artesanato; o Pavilhão 2 contará com artesãos internacionais das mais diversas latitudes; e o Pavilhão 3 traz à FIL os sabores artesanais de diferentes regiões do país.

A FIA Lisboa é um ponto de contacto entre diversas culturas, representando uma montra valiosa para as mais diversas regiões de Portugal e de países estrangeiros. Na feira confluem artesãos, produtores gastronómicos, produtores vinícolas, autarquias, entidades regionais e outros agentes, numa verdadeira sinergia entre cultura, património, recursos materiais e os vários embaixadores que mantêm viva uma amplitude diversa de ofícios, alguns com histórias milenares.

Gastronomia e vinhos em destaque

O Pavilhão 3 conta com uma mostra de produtos gastronómicos e endógenos de todo o país. Pela primeira vez, o público poderá provar e comprar vinhos de 8 regiões representadas por 10 produtores do Alentejo, Bairrada, Beira Interior, Dão, Douro, Lisboa, Região dos Vinhos Verdes e Trás-os-Montes.

O pavilhão da gastronomia terá a habitual área de tasquinhas regionais onde poderão ser encontrados produtos típicos, desde a alheira de Mirandela aos queijos e presuntos da Serra da Estrela, passando pelos enchidos alentejanos. São inúmeras as paisagens de produção artesanal a saborear na FIA Lisboa, que é o local perfeito para descobrir ou voltar a encontrar o melhor da gastronomia nacional.

Também marcarão presença restaurantes regionais do Alentejo e do norte de Portugal, bem como a doçaria típica de diversas regiões do país. Produtos como os ovos moles de Aveiro estão em destaque na FIA Lisboa, que pretende oferecer aos visitantes a experiência dos tesouros mais bem guardados da doçaria portuguesa sem sair de Lisboa.

Durante os nove dias em que decorre a FIA, o pavilhão da Gastronomia tem entrada gratuita entre as 12h30 e as 14h30.

Artigo anteriorAcabaram-se os dias de calor na Covilhã. As piscinas de água salgada do Country Club já abriram
Próximo artigoOs fãs de cereja já não têm de esperar mais. A Santini volta a vender o sabor Cereja do Fundão

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor coloque aqui o seu comentário
Por favor coloque o seu nome aqui