O bom tempo chegou e está aberta a época dos piqueniques. Só precisa de preparar a cesta e escolher um destes 10 locais em Lisboa para o primeiro piquenique do ano.

Parque de Monsanto, Alameda Keil do Amaral

Não podíamos falar em locais para fazer piqueniques sem falar do Parque de Monsanto, em Lisboa. Com 1000 hectares de zona verde, é o local de eleição dos lisboetas para atividades ao ar-livre, incluindo, claro, um piquenique. Existem várias hipóteses, consoante a ocasião: para piqueniques com crianças, o ideal são os parques infantis da Serafina e do Alvito. Para um piquenique a dois, a Alameda Keil do Amaral e o seu anfiteatro com vista para o Tejo e margem sul é o local perfeito. Situa-se na zona sul do Parque Florestal de Monsanto, junto à Rotunda de Montes Claros, onde foi construído o anfiteatro com o mesmo nome. Permite passeios a pé, de bicicleta, piqueniques, sendo um local especialmente vocacionado para atividades de exterior e espetáculos.
Parque Florestal de Monsanto, Estrada do Alvito

Jardim da Cerca da Graça

Um piquenique no bairro da Graça em pleno centro histórico da cidade é o que propomos no Jardim da Cerca da Graça. Com uma área de 1,7 hectares, o Jardim da Cerca da Graça é o maior espaço verde de acesso público da zona histórica. É um espaço verde que se situa no interior da cerca do antigo convento da Graça, edifício atualmente ocupado pela Guarda Nacional Republicana. O jardim resulta da requalificação de uma parte da cerca e respetiva abertura ao público.
Rua Damasceno Monteiro; Miradouro Sophia Mello Breyner Andresen Caracol da Graça; Calçada do Monte  

Parque José Gomes Ferreira (Mata de Alvalade)

O Parque José Gomes Ferreira, ou Mata de Alvalade como é vulgarmente conhecido, funciona, pela sua localização e características, como um excelente local de descontração e lazer bem no centro da cidade. Tem cerca de 10 hectares, um parque infantil e muitos trilhos e caminhos pedonáveis para caminhadas. A entrada faz-se pela Avenida Almirante Gago Coutinho (perto da Rotunda do Relógio).
Avenida Almirante Gago Coutinho

Jardim da Fundação Calouste Gulbenkian

Com uma área de 8 hectares é um dos jardins mais procurados de Lisboa. Construído na década de 60, segundo projeto dos arquitetos paisagistas António Viana Barreto e Gonçalo Ribeiro Telles, teve um projeto de reabilitação no século XXI, com nova proposta do arq.º paisagista Ribeiro Telles. Obra que se iniciou em 2002 e terminou dez anos depois. O Jardim, com uma cuidada conceção paisagística, dispõe de jardins suspensos com diversa flora e relvados de dimensão razoável para estender uma toalha e desfrutar de um belo final de tarde.
Av. de Berna, 45  


Jardim Guerra Junqueiro (Jardim da Estrela)

O Jardim Guerra Junqueiro, conhecido por Jardim da Estrela, foi construído no séc. XIX. É um jardim naturalista de conceção romântica, inspirado nas linhas do “parque à inglesa” e cercado por um gradeamento. Possui vegetação frondosa e com grande interesse, quer pela quantidade, quer pela diversidade. É um local de grande procura pelos lisboetas uma vez que possui muitos equipas de lazer como equipamentos de fitness, parques infantis, quiosques-esplanadas.
Praça da Estrela  

Jardim Dr. Mário Soares (Jardim do Campo Grande)

Popular nas décadas de 80 e 90 como espaço de recreação e lazer no centro da cidade – não há lisboeta que não tenha andado num barquinho a remos no lago do jardim –  o jardim do Campo Grande foi reabilitado pela CML e a Universidade de Lisboa. No espaço predominam agroa os relvados e os prados. Uma das novidades foi a construção do primeiro recinto de recreio canino da cidade de Lisboa, um espaço vedado com vários obstáculos, onde os cães podem correr e brincar soltos e em segurança. Outra das surpresas do jardim resulta da parceria entre a CML e a Sociedade Portuguesa de Matemática, que resultou na criação de vários elementos que decoram o espaço como os quatro “bancos matemáticos”: “o Mancala”, O “Alquerque”, o “Moinho” e o “Hex”.
Com uma área de 13 hectares, possui diversos equipamentos: parque infantil; recinto de recreio canino; lago; campos de Padel e quiosque-esplanada.
Campo Grande  

Parque da Tapada da Ajuda


É atualmente um dos mais bonitos e frondosos parques botânicos de Lisboa. Possui diversos espaços verdes e infraestruturas abertas ao público, incluindo uma reserva botânica reconhecida internacionalmente pela sua floresta única de zambujeiros. Este espaço, presentemente gerido pelo Instituto Superior de Agronomia aí instalado, é pontuado por alguns dos melhores exemplos de arquitetura civil da segunda metade do séc. XIX, nomeadamente o Pavilhão de Exposições e o Observatório Astronómico de Lisboa.
Calçada da Tapada  

Parque Ribeirinho Oriente

Inaugurado em Fevereiro de 2020, é um dos mais recentes parques verdes da cidade e nasceu na zona oriental de Lisboa entre a Doca do Poço do Bispo e a Marina do Parque das Nações. Estende-se ao longo de 600 metros de frente de rio, ocupando perto de 4 hectares, com espaços verdes, parque infantil e espreguiçadeiras para desfrutar em pleno da vista. As infraestrutura do parque (por enquanto fechadas) remetem para a memória do lugar, com a conversão de contentores marítimos em duas cafetarias, um espaço para aluguer de bicicletas, instalações sanitárias públicas, um módulo de biblioteca.
Rua Fábrica de Material de Guerra  

Parque da Bela Vista

Além de receber de dois em dois anos o Festival Rock in Rio, o Parque da Bela Vista é uma enorme mancha verde que oferece grandes zonas arborizadas de prado e de relvado, recortadas por uma rede de caminhos. Ideal para passeios, desportos ao ar-livre e piqueniques (tem muito espaço onde estender a toalha). As zonas altas deste parque são miradouros que possibilitam uma ampla vista sobre a cidade e o Tejo. Possui campo de jogos, equipamentos de fitness, parques de merendas e parques infantis.
Av. Almirante Gago Coutinho / Rua José Régio 

 Parque do Vale do Silêncio

É um pequeno pulmão na zona oriental de Lisboa, muito próximo ao aeroporto. Além da mata, este espaço envolve um relvado central de grandes proporções, muito utilizado para a prática de atividades desportivas. Dispõe de via ciclável, parque Canino com vários equipamentos para cães (plataformas de salto, barreiras, manilhas, labirinto, corredor e caixa de areia) circuitos de Manutenção, campo de jogos, equipamentos de fitness, parques de merendas, parques Infantis, quiosques-esplanadas.
Avenida Cidade de Lourenço Marques; Rua Cidade da Nova Lisboa  

Artigo anterior4 programas para aproveitar a primavera nestes hotéis
Próximo artigoEste verão já pode dormir no Onyria Quinta da Marinha Hotel com tudo incluído

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor coloque aqui o seu comentário
Por favor coloque o seu nome aqui