Depois da paragem na vila Ribatejana de Salvaterra de Magos e em Santa Cruz, seguimos agora para o norte do país. A terceira paragem é em Amarante, distrito do Porto, cidade conhecida pela ponte de São Gonçalo do século XVIII em pedra.

Entre o Porto e o Vale do Douro há uma cidade por descobrir e um palácio à sua espera. Amarante, cidade romântica de traços barrocos e como sugestão de alojamento: Casa da Calçada.

Casa da Calçada

Casa da Calçada
Casa da Calçada

Numa experiência onde o passado se encontra com o presente, encontra a Casa da Calçada Relais & Chateaux. Um palácio do século XVI que oferece uma experiência verdadeiramente real. De quartos intemporais, jardins e vinhas deslumbrantes aos sorrisos de quem o recebe de braços abertos. Um lembrete constante de que está num lugar de singularidade e rara beleza.

Esta unidade hoteleira e o restaurante Largo do Paço estão entre os melhores hotéis e ofertas gastronómicas da região. A Casa da Calçada oferece aos seus hóspedes um variado pacote de ofertas, entre os quais, Um Dia em Amarante, com uma noite incluída, um passeio pela cidade com guia, uma degustação dos doces regionais e ainda uma visita guiada ao museu de Amadeo de Souza Cardoso, por um custo de 195€ para duas pessoas.

Para mais informações ou reservas para o 255 410 830 ou através do email reservas@casadacalcada.com.

O que visitar

De forma a aproveitar a sua passagem por Amarante, muitos são os sítios a visitar: a ponte de São Gonçalo, a igreja do convento de São Gonçalo, Lugar da Rua, degustação de iguarias da terra, entre outros.

A ponte de São Gonçalo é um dos símbolos da identidade de Amarante. Com uma construção do século XVIII a ponte, tem cerca de 50 metros de comprimento e suporta um tabuleiro com quatro varandins semicirculares e, em cada extremidade, dois obeliscos barrocos que ostentam inscrições epigráficas relativas à construção da ponte e ao episódio heroico da resistência à invasão francesa.

A implantação da igreja do Convento de São Gonçalo, onde julgam estar sepultado São Gonçalo, impõe o carácter religioso à cidade, fundido na riqueza e diversidade de elementos arquitetónicos que testemunham as diversas etapas da sua construção, iniciada em 1540, por ordem de D. João III.

Outro lugar a visitar é o Lugar da Rua, uma pequena aldeia da Aboadela, no concelho de Amarante. A sua simplicidade surpreende e encanta ao primeiro olhar. Há história para conhecer, artesanato, riqueza natural e humana.

Na Doçaria Mário, uma confeitaria e doçaria regional em Amarante com paisagem para o Rio Tâmega e Parque Florestal, pode degustar as várias iguarias típicas da região, desde o bolo de São Gonçalo; papo de anjo; brisa do Tâmega, entre outros.

Restaurante Pobre Tolo

Restaurante Pobre Tolo
Restaurante Pobre Tolo

Para satisfazer outras necessidades, o restaurante Pobre Tolo, situado no coração de Amarante, premeia os seus clientes com um espaço muito confortável e acolhedor, onde podem desfrutar tranquilamente de uma refeição confecionada com o maior requinte e excelência.

A cozinha do restaurante torna-se a combinação perfeita entre a contemporaneidade e a tradição, é ainda conhecido pela sua requintada e elegante seleção de vinhos e espumantes.

Com um conceito diferenciador da oferta atualmente existente na região, o Pobre Tolo tem como objetivo ser reconhecido pela experiência única que proporciona aos seus clientes.

O restaurante disponibiliza aos seus visitantes uma carta com diversas opções como o crocante de queijo brie; arroz caldoso; lombo de boi; tacos de polvo, entre outros. Para reservas contacte 919 259 228 ou através de endereço de email reservas@pobretolo.pt.

Artigo anteriorGuincho. Arriba apresenta espaço renovado e um restaurante panorâmico
Próximo artigoEstas são as 10 cidades mais “verdes” de Portugal

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor coloque aqui o seu comentário
Por favor coloque o seu nome aqui