Se já está a planear as férias para 2019, porque não incluir na sua lista a América do Sul. O site The Hotel Guru, que reúne um grupo de quarenta jornalistas de viagens que avalia hotéis e destinos em todo o mundo, elegeu sete destinos a visitar no continente sul-americano. 

Colômbia, Cartagena das Índias 

A quinta maior cidade da Colômbia é banhada pelo mar do Caraíbas. Viajar para esta cidade é recuar no tempo, uma vez que permanecem vestígios da colonização espanhola. Cartagena das Índias é património mundial da UNESCO e tem um ambiente de conto de fadas que serviu de inspiração ao conhecido escritor colombiano Gabriel Garcia Márquez, autor dos best-sellers “O amor nos tempos de cólera” e “Cem anos de solidão”. Uma das melhores coisas para fazer aqui é passear pelas ruas da cidade muralhada, e de seguida beber um mojito numa esplanada de um café.

Chile, Torres del Paine 

Localizado na ponta mais meridional dos Andes – o extremo sul do Chile –
o Parque Nacional Torres del Paine exibe três imponentes torres de pedra, que se assemelham a solenes guardas de granito sobre uma paisagem agreste e bela repleta de lagoas e glaciares azuis, montanhas cobertas de neve e lagos que espelham o céu. É o local perfeito para umas férias activas. O clima, mesmo no verão, é ventoso. O parque pode ser visitado com um guia ou um guarda local.

Equador, Ilhas Galápagos

Há várias razões para visitar o Equador, sejam as Ilhas Galápagos, a Floresta Amazónica, a cordilheira dos Andes, o vulcão Cotopaxi ou a incrível Serra do Equador. Embora pequeno, o Equador tem muito para oferecer: cidades com centros históricos listados pela Unesco, repletos de praças fotogénicas e elegantes mansões coloniais. Segundo o The Hotel Guru, é um lugar fantástico para caminhar, pedalar ou andar a cavalo, observar espécies exóticas de aves, baleias ou conhecer golfinhos fluviais. “É um país realmente difícil de planear um roteiro, porque há muitos pontos turísticos imperdíveis”.

Peru, Machu Picchu

O Peru é antigo, mas vibrante. Antigas tradições e crenças míticas são mantidas vivas aqui. A gastronomia e as paisagens são “qualquer coisa” neste destino. O desafio do Peru é planear o itinerário, dada a imensa variedade de lugares para visitar. Lima é uma cidade colonial sofisticada, construída sobre uma cidade pré-colombiana. Cusco – ou Cuzco ou Qosq’o – é a cosmopolita capital do Império Inca. E, além de ser indiscutivelmente uma das cidades mais fascinantes do continente, é também a cidade mais próxima de Machu Picchu e do Vale Sagrado. E claro, Machu Picchu. As belas ruínas de Machu Picchu tornaram-se um símbolo reconhecível do Peru e possivelmente até da América do Sul. No fundo de uma dramática cordilheira de rocha, estes edifícios incas maravilhosamente preservados são a razão pela qual muitas pessoas viajam para o Peru.

Chile, San Pedro de Atacama

San Pedro de Atacama está no coração do deserto não-polar mais seco do mundo, um lugar de enormes dunas, vales de arenito, salinas, géiseres e a estranha lagoa longa e baixa, povoada por flamingos. É uma paisagem espetacular e totalmente diferente de qualquer outra. Com céus claros e estrelados, paisagens de cair o queixo e atividades que variam de sandboard a passeios de balão de ar quente.

Argentina, Bariloche

A maioria dos visitantes desembarca em Buenos Aires, certamente um dos melhores lugares para visitar na Argentina, mas há sem dúvida outras atrações como a capital do vinho, Mendoza, a belíssima Bariloche, com seu espetacular cenário à beira do lago, e a capital cultural, Córdoba. Mas se as cidades da Argentina são lugares interessantes para se estar, não “sair das cidades” é perder as verdadeiras maravilhas do país, como o grandioso Glaciar Perito Moreno, os Andes ou as Cataratas do Iguaçu.

Brasil, Salvador da Bahia

Há várias maneiras de experimentar o Brasil. Se a opção é praia, a Bahia, com seu sol, praias de areia branca, coqueiros e água azul brilhante é uma boa escolha. Salvador da Bahia é uma das mais belas e visitadas cidades do Brasil. Reúne inúmeras atrações para todos os gostos: praias e belezas naturais, locais históricos, que remetem ao início da colonização brasileira, muita música, gastronomia típica, religiosidade, capoeira, além de possuir o maior carnaval do mundo. A cidade é conhecida como a capital da alegria, pois é muito hospitaleira. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor coloque aqui o seu comentário
Por favor coloque o seu nome aqui