Trilho Kaišiadorys Gudienos

A Lituânia tem centenas de percursos pedestres que variam em comprimento e dificuldade. Desde o caminhante mais esforçado a uma família amante da natureza, há muitas oportunidades para escapar da agitação da cidade e respirar o ar revitalizante do campo.

Em preparação para o clima mais quente da Primavera, muitos estão agora empenhados em encontrar novas experiências na natureza para a sua próxima escapadela. Com a Lituânia a planear renovar muitos dos seus caminhos pedestres, não há melhor altura do que agora para fazer uma visita ao país. Visitar as dunas de Dzūkija, ou explorar uma das florestas de carvalhos mais antigas do país, há algo adequado para todos os gostos.

Caminhar entre as árvores de zimbro

O trilho Arlaviškių – ou Vale do Juniper – com 1,3 km de extensão, e localizado nos arredores de Kaunas, a segunda maior cidade da Lituânia, convida-o a admirar o magnífico panorama do rio Nemunas, a ilha Dabinta e os encantadores afloramentos circundantes. Concluída a reabilitação do trilho, é mais fácil observar a sua novidade: naturalmente cultivado numa encosta íngreme, com manchas de estepes entre os zimbros e noutras partes da reserva que albergam plantas raras, cogumelos, nascentes e até pântanos suspensos.

Oásis de dunas arenosas

As lendárias dunas de areia da Lituânia não podem ser encontradas apenas no oeste do país, junto ao mar Báltico. O Parque Nacional Dzūkija, localizado na parte sul da Lituânia, é o lar da maior massa de dunas continentais do país. Na Reserva Geomorfológica de Marcinkoniu, estão atualmente em curso trabalhos para abrir uma duna histórica e relembrar as pessoas de como era a paisagem há 10.000 anos.

Floresta de carvalhos de 200 anos

Na primavera, será possível retornar ao Dūkštai Oak Grove Nature Trail para ver uma das maiores e mais antigas florestas de carvalhos da Lituânia. Entre a vegetação rasteira de carvalhos com 200 anos, existem várias espécies de animais raros e em perigo de extinção, plantas, fungos e líquenes que chamam o bosque de lar. Como estas árvores eram adoradas como deuses há várias centenas de anos, estátuas de madeira feitas em sua homenagem podem ser descobertas por aqueles que vagueiam pela área. Somando-se à energia mística do parque está a Pedra Airėnai, com runas gravadas – caracteres utilizados como oráculo há mais de dois mil anos – cujos significados ainda são um mistério para a humanidade.

Colinas rurais e a sepultura de um gigante

No ano passado, o Centro de Informação Turística e Empresarial de Kaišiadorys criou 10 novas rotas com diferentes graus de dificuldade para aqueles que desejam explorar a região a pé. Esta área é conhecida pelos amantes da natureza pelas suas paisagens rurais idílicas, repletas de colinas e montes. Alguns dos pontos turísticos naturais mais notáveis são a escarpa Mergakalnis – o ponto mais alto na costa da lagoa Kaunas – e o monte Masiejūnai, que as lendas dizem ser o local de descanso de um gigante. Todos os montes de visita obrigatória, praias e paragens interessantes estão marcados nos trilhos que foram renovados.

Um campo de bisontes inspirador

Jonathan Mast/Unsplash

Nesta Primavera, o Parque Nacional Dzūkija convidá-lo-á a visitar o mais recente berçário de bisontes da Lituânia, localizado entre Marcinkonys e Zervynos. A partir da área de observação, poderá observar estes animais de perto – que são considerados símbolo nacional no país devido à sua longa história. Os visitantes terão a oportunidade de aprender mais sobre esta espécie rara e compreender porque é que os bisontes precisam de ser protegidos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor coloque aqui o seu comentário
Por favor coloque o seu nome aqui