A pensar no próximo verão, a TAP anunciou o lançamento de seis novas rotas: Zagreb, na Croácia; Ibiza e Fuerteventura, em Espanha; e Djerba, Oujda e Monastir, no norte de África. 

Estas novas rotas, que já se encontram à venda, vão ter início entre maio e junho de 2021, com exceção de Zagreb que tem data de início prevista para março do próximo ano.  

Ibiza, Fuerteventura e Zagreb são os novos destinos na Europa

A partir de junho, a TAP vai oferecer duas ligações semanais para Ibiza e uma para Fuerteventura em Espanha.

Os voos de Ibiza partem aos sábados e aos domingos, com partida de Lisboa às 11h00 e chegada à ilha espanhola às 13h45, de onde regressam às 14h30 e chegam ao aeroporto Humberto Delgado às 15h25.

Já para Fuerteventura, a TAP terá um voo semanal, aos sábados, com partida às 11h00 de Lisboa e chegada às 13h20. No sentido inverso os voos partem às 14h05 e chegam à capital portuguesa às 16h10.

Entre Lisboa e Zagreb serão operados três voos semanais, às quartas, sextas e domingos. As partidas da capital portuguesa serão às 08h00 com chegadas previstas à capital da Croácia às 12h05.

Destinos no norte de África

Monastir

No próximo verão a companhia aérea portuguesa vai oferecer mais destinos com praias paradisíacas que prometem refrescar o verão dos seus clientes.

Tunísia, país que conquista pelas praias e a sua cultura, vai passar a fazer parte da rede de verão da companhia no próximo ano. Djerba e Monastir são os dois destinos para onde a TAP vai voar aos domingos e às sextas-feiras, respetivamente, com partidas de Lisboa às 09h25 e 10h00 e chegadas às 12h30 e 12h55.

Para Oujda, em Marrocos, a TAP terá dois voos semanais, aos sábados e aos domingos, com partida do Aeroporto Humberto Delgado às 10h00 e chegada ao continente africano as 12h05.

Cancun, Cidade do Cabo, Agadir e Santiago de Compostela com voo inaugural previsto para 2021

Os primeiros voos à partida de Lisboa para Cancun, Cidade do Cabo, Agadir e Santiago de Compostela, quatro destinos anunciados este ano, que viram o início adiado devido ao atual contexto, estão previstos para o próximo ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor coloque aqui o seu comentário
Por favor coloque o seu nome aqui