Cloud Capsules
Cloud Capsules

Não é novidade que a tecnologia tem sido posta ao serviço das companhias aéreas para promover todos os tipos de experiências no voo. A mais recente envolve viajar no espaço dedicado às malas de cabine. As Cloud Capsules, que têm no máximo 1,90 metros, permitem ao passageiro sentar-se, trabalhar, assistir a um filme ou esticar-se para dormir sem ter de realizar a viagem em classe executiva.

A ideia nasceu da Toyota Boshoku Corporation, uma empresa japonesa de fabrico de componentes automóveis. Os criadores das Cloud Capsules acreditam que, desta forma, o espaço dos aviões é aproveitado com mais eficácia.

Esta é uma inovação que beneficia tanto o passageiro, como a companhia aérea. O passageiro passa a poder esticar as pernas e as companhias aéreas rentabilizam o espaço dos aviões.

Cloud Capsules
Cloud Capsules

Os viajantes da classe económica que pagam por este serviço não têm de descolar e aterrar dentro das cápsulas. Uma vez iniciado o voo, o passageiro tem apenas de retirar a escada portátil instalada nos assentos e subir.

Mas para onde vão as bagagens de mão? Os assentos seriam configurados em diferentes níveis, para permitir o armazenamento da bagagem por baixo dos mesmos. O objetivo a longo prazo é que todos os passageiros paguem para levar a sua bagagem na cabine.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor coloque aqui o seu comentário
Por favor coloque o seu nome aqui