Piquenique

O sol chegou e convida a uns piqueniques com amigos de longa data ou em família. Só precisa de preparar a cesta e a toalha e escolher um destes 10 locais no Porto e no Douro para o piquenique.

Quinta de São Luiz, Douro

Quinta São Luiz

A Quinta de São Luiz está localizada no coração da sub-região do Cima Corgo, bem próxima do Pinhão, esta Quinta histórica é uma referência no Douro e é precisamente aqui que está situada a Adega Boutique de São Luiz. É já no próximo dia 15 de maio que reabre o local onde nascem os vinhos da mais antiga Casa de vinho do Porto- a Casa Kopke, fundada em 1638.

Atualmente equipada com a mais moderna tecnologia de vinificação, tendo como base a produção integrada e sustentável. Aqui, além de acompanhar todos os passos da produção destes vinhos e de visitar os principais pontos de interesse da Quinta, os turistas terão agora, como novidade, a possibilidade de realizar um piquenique e de provar alguns dos sabores tradicionais da região, tendo como cenário uma vista inigualável sobre o rio Douro.

Um dos vários circuitos da visita à Quinta inclui um passeio pela vinha Romilã, a visita à Casa do Alambique e ainda a Capela de Santa Quitéria. Se preferir, pode simplesmente relaxar e fazer uma prova de vinhos no Terrace São Luiz. Este espaço é pago.

Quinta do Bonfim, Pinhão

Quinta do Bonfim

O nome da propriedade deriva do Vale do Bomfim, “o vale bem localizado”, como era então conhecida a zona em torno da vila do Pinhão. A Quinta do Bomfim está situada no coração do Alto Vale do Douro, idealmente localizada numa zona de transição entre os climas temperado e mediterrâneo. Viradas predominantemente a sul com ampla exposição solar, as encostas de xisto estão dispostas em socalcos de vinha que há mais de um século rendem os memoráveis ​​Vinhos do Porto Vintage da Dow.

A vista é uma das mais deslumbrantes do Douro. O programa do piquenique tem de ser reservado com antecedência. Tem um custo de 25€ por pessoa com direito a um cesto com vinho Alta branco, pão, prato de queijos, bolinhas de alheira com sementes de sésamo, quiches, salada, salada de fruta fresca e bolo de noz.

Parque Oriental, Porto

Parque Oriental

O Parque Oriental da Cidade do Porto fica na zona ocidental da cidade, como a vegetação e o rio Tinto na sua paisagem Situado na Campanhã, este parque foi inaugurado em 2010 e tem uma imagem muito cuidada, com lagos, plantas diversas e muitas árvores de espécies diferentes.

Este parque, com 10 hectares, tem capacidade para crescer até aos 53 hectares. Aqui pode passear e relaxar, jogar à bola, fazer um pouco de exercício para descomprimir e um piquenique em família ou com amigos.

Parque da Lavandeira, Vila Nova de Gaia

Parque da Lavadeira

O Parque da Lavandeira proporciona a quem ali se desloca várias vertentes de lazer, nomeadamente percursos pedestres, zonas de merendas e jardins temáticos. A entrada no Parque da Lavandeira é gratuita.

Ao longo do ano há atividades ao ar livre. Exemplo disso são as que habitualmente decorrem centradas no Yoga (às quartas e sextas-feiras) às 9h30 e no Tai Chi (às terças e quintas-feiras) à mesma hora.

A Quinta da Lavandeira foi uma antiga propriedade agrícola e de recreio pertencente, inicialmente, a Joaquim da Cunha Lima Oliveira Leal que a vendeu ao conde António da Silva Monteiro (1822-1885).

Jardins do Palácio de Cristal, Porto

Jardins do Palácio de Cristal

Os Jardins do Palácio de Cristal estão na parte alta de Porto e formam um espaço verde agradável onde se pode desfrutar de uma vista privilegiada sobre o rio Douro.

Nos jardins, poderá visitar várias zonas temáticas, como o jardim das plantas aromáticas, o das plantas medicinais, o jardim dos sentimentos, o jardim das rosas ou o bosque. Se pretende visitar os Jardins do Palácio de Cristal do Porto, pode ser um bom momento para ir também ao Museu Romântico, muito próximo dos Jardins do Palácio de Cristal.

Jardim do Carregal, Miragaia

O Jardim do Carregal foi projetado em 1857, é arborizado e no seu interior encontramos um pequeno lago que é atravessado por uma ponte. Este espaço, pela sua localização, constitui um local de passagem obrigatório; ao seu redor tem o Hospital de Santo António e habitações características do velho burgo.

Jardim Botânico do Porto, Porto

Jardim Botânico do Porto

O jardim Botânico do Porto tem mais de quatro hectares e um traçado delineado em finais do século XIX, localizado na antiga Quinta do Campo Alegre, apresenta espaços ajardinados diversificados, que enquadram dois edifícios principais que foram recentemente alvo de requalificação.

Neste jardim os visitantes poderão participar em visitas guiadas individuais ou em grupo. Regularmente são organizadas atividades diversificadas dirigidas a todos os segmentos do público, incluindo atividades práticas pensadas para o público mais jovem.

Quinta do Covelo, Porto

Quinta do Covelo

A Quinta do Covelo comporta hoje cerca de 8 hectares. Em 1987/88 a quinta foi recuperada a partir de um projeto do Arquiteto Castro Calapes. O Parque Infantil foi inaugurado em 2009, a Quinta do Covelo acolhe ainda um Centro de Educação Ambiental.

Posteriormente foi construído um parque canino que oferece um novo espaço, onde está reunida uma área delimitada com mobiliário urbano e algumas valências, que tornam a passagem dos animais e dos seus donos por este local mais agradável. O Parque é acessível a pessoas com limitação física e encontra-se aberto todos os dias das 07h00 às 20h00.

Jardim Soares dos Reis, Vila Nova de Gaia

Jardim Soares dos Reis

No Jardim Soares dos Reis, situado no centro da cidade, é possível encontrar um monumento dedicado a Soares dos Reis, escultor do século XIX, e um pequeno lago com escadaria, rodeado por algumas árvores.

Recentemente requalificado pela Câmara Municipal, o jardim sofreu diversas modificações, que incluem a relocalização do parque infantil para uma zona mais segura, a criação de mais espaços verdes e de um sanitário público.

Jardim das Virtudes, Porto

Jardim das Virtudes

O jardim das virtudes situa-se a poucos metros do centro histórico e tem uma vista única sobre o rio Douro. Uma das particularidades deste jardim é o facto de ser vertical, o que permite aos visitantes, em todas as zonas do jardim, desfrutar da vista sobre a Alfândega, o Rio douro e Vila Nova de Gaia.

O Parque Municipal das Virtudes localiza-se no que antigamente era a Companhia Hortícola Portuense. Desenhado por José Marques Loureiro (1830-1898), foi comprado em 1965 pela Câmara Municipal do Porto e em 1998 foram efetuadas obras de recuperação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor coloque aqui o seu comentário
Por favor coloque o seu nome aqui