A exigência do certificado de vacinação, certificado de testagem ou testes negativos tem-se tornado obrigatória em vários países europeus. No entanto, se já tem o certificado digital da UE, as portas de várias cidades europeias estão abertas para serem visitadas durante o outono.

Deixamos-lhe aqui as 10 cidades europeias mais instagramáveis para visitar este outono, segundo o site SchengenVisaInfo.com.

Graz, Áustria

O outono é o momento perfeito para visitar esta cidade e a Feira de Outono, onde pode comprar vários produtos desde móveis a artigos de moda e muito mais. Este ano, a feira será realizada de 30 de setembro a 4 de outubro e estará aberta apenas para aqueles que estejam totalmente vacinados.

Além disso só quem esteja vacinado é que pode entrar em hotéis, restaurantes, discotecas, lojas, museus e instalações de entretenimento. No entanto, a obrigatoriedade do uso de máscaras em espaços públicos e transportes públicos e partilhados é obrigatória.

Corunha, Espanha

Apesar de Barcelona e Madrid serem os principais destinos a visitar em Espanha, a Corunha é surpreendente no outono, com um clima ameno, perfeito para passear na Torre de Hércules, visitar a Catedral de Santiago de Compostela ou até mesmo ir à praia de Fisterra.

Os titulares do Certificado Digital COVID-19 da UE podem visitar lojas, pontos turísticos, restaurantes e bares. Os viajantes são obrigados a usar máscara se não for possível manter a distância social de 1,5 metros.

Munique, Alemanha

O outono na Alemanha é conhecido como o verão indiano, por isso visite locais coloridos e a famosa Oktoberfest realizada todos os anos na Baviera.

A cidade de Munique é o local ideal para viajantes vacinados, pois aplica o princípio 3G para locais internos. Só quem estiver vacinado (“geimpft” em alemão), recuperado (“genesen”) ou atualmente testado (“getestet”) tem acesso a Munique, refere o portal muenchen.de.

Roma, Itália

Não pode visitar Roma no outono e não ficar surpreendido. As temperaturas são amenas para que possa fazer caminhadas ao lado da Villa Borghese ou ir ao Coliseu vestindo algo leve.

Os locais da cidade estão abertos para viajantes totalmente vacinados, como museus, festas privadas e eventos desportivos. Os viajantes que se recuperaram da COVID-19 e aqueles que testaram negativo para o vírus nas últimas 48 horas também podem ir a estes eventos e atividades.

Bruxelas, Bélgica

Viajantes vacinados podem participar em eventos ao ar livre com mais de mil participantes no mesmo espaço. Isto significa que pode jantar fora nos melhores festivais gastronómicos, explorar o Palácio Coudenberg ou dar um passeio em Tervuren apresentando apenas o COVID Health Pass ou o Certificado COVID-19 Digital da UE. Quanto ao uso da máscara, só é necessário para pessoas com mais de 12 anos que estejam num transporte público.

Atenas, Grécia

A melhor época para visitar Atenas é de setembro a novembro, já que o tempo está quente e há sol praticamente todos os dias. A cidade é mais conhecida pelos seus sítios históricos e arqueológicos, incluindo a antiga Ágora e o Templo de Hefesto. O que não pode deixar de visitar é a Acrópole.

Os viajantes podem desfrutar de todos estes locais, bares, restaurantes e mais instalações de lazer se apresentarem o certificado de saúde, que indica a vacinação completa.

Liubliana, Eslovénia

Os viajantes podem visitar pontos turísticos, eventos culturais e desportivos, feiras e reuniões públicas com 100 pessoas, apresentando apenas um certificado de vacinação, o que significa que a cidade está aberta para quase todas as atividades. No entanto, o uso da máscara dentro de espaços públicos permanece obrigatório. É necessário manter uma distância social de 1,5 metros ao ar livre e, se essa distância não puder ser mantida, é necessário o uso de máscara de proteção.

Lisboa, Portugal

O governo português exigiu que o certificado de vacinação fosse apresentado para entrar em eventos culturais, turísticos e desportivos com mais de 500 pessoas dentro de casa ou mil participantes para atividades ao ar livre.

Restaurantes, cafés e confeitarias não têm restrições de horário de funcionamento e fecham até às 2h, mas têm limite de lugares: 8 pessoas dentro do estabelecimento e 15 pessoas na esplanada.

Viena, Áustria

Se for viajar para a Áustria neste outono, reserve um dia para visitar Viena. A capital abriga música clássica e comidas deliciosas e é reconfortante durante a temporada, especialmente o pitoresco Palácio Schoenbrunn.

Nicósia, Chipre

Qualquer pessoa que visite restaurantes, bares e outras instalações internas em Nicósia deve ter um Coronapass, ou Safe Pass, indicando que o titular foi vacinado há mais de três semanas. Os testes negativos também são válidos para entrar em bares e cafés onde o café cipriota caseiro é servido.

Artigo anteriorVá até Lousã e participe no ‘Biking Festival’
Próximo artigoPhiladelphia lança passatempo para oferecer estadias em hotéis

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor coloque aqui o seu comentário
Por favor coloque o seu nome aqui