Telmo Miller

Há um hotel no Alentejo que nasceu para ser uma “enorme cozinha”. Chama-se Santiago Hotel Cooking & Nature e fica a apenas 17km de algumas das mais reputadas praias alentejanas. A proximidade dos hóspedes aos fogões transformou esta numa unidade dedicada a experiências de culinária e gastronomia.

Passado um ano desde a inauguração foi dado o passo seguinte. Os hóspedes e visitantes passaram a ter acesso ao Santiago Cooking Academy, uma academia com aulas de culinária e masterclasses de dois dias onde os participantes podem aprofundar os seus conhecimentos sobre determinado tema gastronómico e ter momentos de interação tanto com os produtos como com o Chef.

A afirmação da gastronomia como peça chave do hotel é particularmente evidente nos eventos mensais onde os hóspedes e visitantes podem aprender a fazer sobremesas, participar numa aula de smoothies, numa noite à volta do Ofyr (um grelhador de alta performance e design apurado, ideal para cozinhar ao ar livre e para momentos sociais), ou ainda descobrir os segredos por detrás do pão alentejano feito no forno a lenha do hotel.

O porco preto, o borrego, os queijos e enchidos ou as ervas aromáticas passaram ainda a fazer parte da carta do restaurante do hotel, o À Terra, que foi repensada para estar intimamente ligada à gastronomia alentejana. Com estes produtos o chef Daniel Censi, consegue criar uma verdadeira experiência de farm to table.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor coloque aqui o seu comentário
Por favor coloque o seu nome aqui