Desde a procura pelo destino, passando pela fase de planeamento e até à viagem propriamente dita, o Google é o grande aliado dos viajantes, sejam eles mais destemidos ou com a necessidade de preparação de cada detalhe de uma nova aventura. E é precisamente o Google que vem agora fazer uma raio-x aos hábitos dos viajantes da Europa, Médio Oriente e África.

A primeira conclusão a que se chega é que as viagens são essencialmente planeadas nos meses de junho e julho, a segunda é que está a registar-se “um regresso aos ambientes de natureza com pesquisas por estes temas, locais para acampar e reservas naturais”, lê-se no comunicado enviado às redações.

Os preços são outra das grandes preocupações dos consumidores que só fecham um negócio depois de avaliarem várias ofertas. Mas se quando falamos em preços pensamos apenas nos voos e hotéis, o Google conclui que começa a haver uma grande preocupação pelo preço do transporte de bagagens, numa altura em que as regras das companhias aéreas estão cada vez mais apertadas.

Alguns dos destinos mais pesquisados revelam ainda que os viajantes têm um pensamento mais verde, optando cada vez mais por aderirem a movimentos em torno da sustentabilidade e desperdício zero.

Se olharmos para as viagens de curta duração, prevalecem sem surpresa os fins de semana prolongados, onde há muitas opções de viagens de um dia inteiro com recurso a autocarros que incluem, por exemplo, entradas em parques temáticos ou eventos culturais como o Carnaval e diversas exposições a merecerem muita atenção.

Para concluir, o Google revela ainda que a maioria das pessoas faz pesquisas relacionadas com viagens com recurso ao smartphone e não ao computador, como era habitual noutros tempos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor coloque aqui o seu comentário
Por favor coloque o seu nome aqui