Estádio Olímpico de Pequim

Mais um ano de competições olímpicas, desta vez em Tóquio. Para este ano, foram utilizados 43 espaços para a realização das competições. Além disto foram ainda construídos 8 novos lugares para os Jogos deste verão, mas o que acontece com os estádios e piscinas após as competições? A Lonely Planet compilou uma lista de como estão alguns dos antigos locais olímpicos de verão e inverno, alguns deles ainda são usados mas outros encontram-se abandonados.

A maioria dos locais onde se realizam os jogos olímpicos é mantida para o benefício da comunidade local ou reutilizada para outros usos, como por exemplo para clubes de futebol. Segundo a Lonely Planet foram reaproveitados campos de seis jogos olímpicos desde 1994 a 2014.

Jogos Olímpicos de inverno de Sochi 2014

O Estádio Olímpico Fisht em Sochi foi usado para os Jogos Olímpicos de Inverno de 2014 e hoje ainda se mantém de pé. O espaço teve muitas remodelações para acolher a Copa do Mundo FIFA de 2018 na Rússia. Desde então, tem sido usado principalmente como estádio para a equipa de futebol PFC Sochi.

Estádio Olímpico Fisht em Sochi, Rússia © Alex Grimm / FIFA via Getty Images

Jogos Olímpicos de verão de Londres 2012

Após os Jogos Olímpicos de Londres, o estádio olímpico foi convertido numa instalação multiusos e o lar para a equipa da Liga Inglesa: West Ham United Football Club.

London Olympic Stdaium © BBA Photography / Shutterstock

Jogos Olímpicos de inverno de Vancouver 2010

O Richmond Olympic Oval, em Vancouver, foi construído para os Jogos Olímpicos de inverno de 2010 e foi usado como pista de patinação de velocidade. Depois disso, foi reconfigurado num parque poliesportivo comunitário que ainda hoje se encontra em uso.

Oval Olímpico de Richmond © REUTERS/Dylan Martinez (CANADÁ) Alamy Stock Photo

Jogos Olímpicos de inverno de Lillehammer 1994

A Arena de Salto de Ski Lysgardsbakkene, que foi usada nos Jogos Olímpicos de inverno de Lillehammer em 1994, ainda está em uso, tendo recentemente sediado os Jogos Olímpicos de inverno da Juventude de 2016.

A Arena Lysgardsbakkene foi reutilizada para os Jogos Olímpicos de inverno da Juventude de Lillehammer 2016 © Ragnar Singsaas / Getty Images

Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016

A candidatura para sediar os Jogos Olímpicos de 2016 foi cara, com muitos locais e edifícios construídos propositadamente para acolher atletas e os media. Alguns encontraram um novo sopro de vida, mas nem todos. O Parque Olímpico da Barra foi um dos que teve sorte e tem sido usado para vários eventos e espetáculos como o Prémio Multishow 2018.

Jogos Olímpicos de Pequim 2008

O Estádio Nacional de Pequim ou “Ninho de Pássaro” foi usado para os Jogos de verão de Pequim de 2008 num projeto que viu arquitetos internacionais trabalharem com o artista chinês Ai Weiwei. O estádio ainda está de pé e é usado para convenções e jogos de futebol. A cidade foi escolhida para sediar os Jogos de inverno de 2022.

Infelizmente, apesar de todo o custo e do tempo envolvido, muitos locais olímpicos não encontram um novo propósito após a cerimónia de encerramento. Aqui ficam três deles desde 1984 a 2016.

Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016

Após as Olimpíadas do Rio de Janeiro em 2016, nem todos os locais encontraram um novo propósito. Na verdade, uma grande parte deles caiu em desuso, como por exemplo o Estádio Olímpico de Desportos Aquáticos.

Jogos Olímpicos de verão de Atenas 2004

Alguns lugares dos Jogos de verão de Atenas ficaram em ruínas. A antiga vila olímpica mostra os restos fantasmagóricos de áreas abandonadas que já viram as suas plateias cheias de multidões a aplaudir. O Estádio de Vólei de Praia no Complexo Olímpico Faliro é um dos casos.

Estádio Olímpico de Vólei de Praia no complexo Faliro, em Atenas © REUTERS / Alamy Stock Photo

Jogos Olímpicos de inverno de Sarajevo 1984

Tal como em Atenas, muitos locais dos Jogos de inverno de Sarajevo caíram em desuso. Construído para uso como local olímpico durante os jogos de 1984, lugares como o Olympic Ski Jumping Venue no Monte Igman, perto de Sarajevo, e o Trebevic Bobsleigh and Luge Track foram fortemente danificados durante a guerra da Bósnia no início dos anos 90 e nunca mais foram reconstruídos.

A pista de trenó desativada dos Jogos Olímpicos de inverno de Sarajevo de 1984 na montanha Trebevic, perto de Sarajevo, é usada por motociclistas © Alamy Stock Photo
Artigo anteriorVeja as estrelas com a nova proposta do Novotel
Próximo artigoEstes são os novos Patrimónios Mundiais da UNESCO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor coloque aqui o seu comentário
Por favor coloque o seu nome aqui