Julho é o mês em que se comemora o dia internacional sem sacos de plástico, e é também o mês escolhido por muitos europeus para tirar férias. A pensar em todas as pessoas que estão à procura de um destino de férias e que querem manter práticas amigas do ambiente, a Momondo, motor de busca de viagens, escolheu cinco cidades europeias que são verdadeiros exemplos no que à conservação do planeta.

Estocolmo, Suécia

A nossa primeira sugestão surge também nos primeiros lugares do Environmental Performance Index. Estocolmo chegou mesmo a ganhar, em 2010, o galardão de European Green Capital. Atualmente ainda é um exemplo no que ao consumo de combustíveis fósseis diz respeito, tendo como objetivo ser completamente livre destes combustíveis até 2050.

A capital da Suécia foi das primeiras cidades no mundo a criar um programa de sustentabilidade, em 1976, o que hoje se reflete numa qualidade de vida a cima da média para os seus habitantes. Uma viagem até Estocolmo custa cerca de 170 euros por pessoas, ida e volta.

Copenhaga, Dinamarca

A segunda sugestão da Momondo é a capital dinamarquesa, onde “é mais fácil ser “atropelado” por uma bicicleta do que por um carro, já que a maioria dos seus habitantes se desloca a pedalar para todo lado”. A verdade é que Copenhaga é uma cidade amplamente empenhada em reduzir as emissões de CO2, tendo na sustentabilidade uma das suas principais preocupações. Viajar para a capital da Dinamarca fica a cerca de 180 euros por pessoa, ida e volta.

Viena, Áustria

As vastas áreas verdes e águas límpidas que descem dos Alpes são alguns dos motivos para que Viena figure no top de cidades mais amigas do ambiente de toda a Europa. A forma de visitar os inúmeros locais históricos também permitem que não se recorra a combustíveis fósseis. São exemplos a bicicleta, o skate ou até mesmo a pé, uma vez que é uma cidade perfeita para quem gosta de caminhar. No que diz respeito a preços, uma viagem de ida e volta pode ficar por cerca de 160 euros por pessoa.

Helsínquia, Finlândia

A cidade de Helsínquia surge nesta lista porque é uma das cidades europeias onde é mais fácil encontrar alojamentos eco-friendly. A capital da Finlândia assume assim uma grande preocupação com as questões ambientais, sendo que uma viagem de ida e volta pode fixar-se nos 220 euros por pessoa.

Genebra, Suíça

Para contarmos a boa relação que Genebra tem com o ambiente, vamos falar da reciclagem das saquetas de chá: “para colocar uma saqueta de chá usada no lixo, é necessário separar a etiqueta do resíduo orgânico. A primeira vai para o depósito dos papéis e a segunda segue para a compostagem. Já o grampo de metal é encaminhado para a reciclagem e a linha é colocada num saco de lixo marcado”. Uma cidade verdadeiramente obcecada com o meio ambiente e com viagens a custarem cerca de 120 euros por pessoa, ida e volta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor coloque aqui o seu comentário
Por favor coloque o seu nome aqui