A Cavalariça, restaurante na Comporta reabre as portas a 5 de abril.
A Cavalariça, restaurante na Comporta reabre as portas a 5 de abril. Foto: Filipa Gonçalves

A antiga cavalariça convertida em Restaurante, bem no centro da Comporta, volta a abrir portas já a 5 de abril. A carta do chef Bruno Caseiro reforça a abordagem internacional aos produtos portugueses, privilegiando o que é da época e da região.

Ao restaurante Cavalariça Voltaram também as refeições de partilha entre amigos e as mesas fartas para apreciar com tempo. Durante os cinco meses em que o restaurante esteve fechado, a equipa abraçou novos projetos. Estagiaram em Ghent, na Bélgica; e em Londres, Inglaterra. O objetivo? Reforçar a experiência e trazer uma visão internacional que nestes 3 anos sempre caraterizou a Cavalariça e que se reflete na nova carta para 2019.

Foto: Gonçalo Santos

“Vamos continuar a dar prioridade aos produtos que estão perto. Quando não encontramos na nossa região, procuramos noutras partes do país. O ponto de partida é o produto português. A carta de 2019 reflectirá as viagens que fazemos, as experiências que vivemos. Vamos continuar a ter o nosso pão, as chips, o frango. O resto será novidade, como acontece sempre que começamos a temporada”, promete o chef Bruno Caseiro. “Sempre que abrimos tentamos mudar. Porque os produtos mudam. Porque nos apetece fazer outras coisas, porque temos muitos clientes que nos visitam com regularidade e queremos mostrar novidades. Agora já em abril é possível que apareçam os espargos, as ervilhas, os produtos desta época que é aquilo que nos apetece ter no menu.”, acrescenta.

Foto: Gonçalo Santos

Em 2019 o restaurante estará aberto de 5 de abril a 21 de setembro. Em abril, maio e setembro: de quarta a domingo. Em junho, julho e agosto: todos os dias. O horário de funcionamento traz novidades e a Cavalariça passa a estar sempre aberta para o almoço, das 13h às 15h, e o jantar das 19H30 às 22h30.

Artigo anteriorTurismo da Tailândia lança passatempo e o primeiro prémio é uma viagem a Banguecoque
Próximo artigoTAP voa para mais um destino africano

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor coloque aqui o seu comentário
Por favor coloque o seu nome aqui