Várias famílias com crianças pequenas deixam de aproveitar as férias por não conseguirem levar todos os utensílios necessários para o conforto do bebé. Pensando nisso, a Let’s go baby, o primeiro serviço de concierge para famílias em Portugal, criou o serviço de aluguer de material para os mais pequenos.

A Let’s go baby surgiu em 2018 com o intuito de “mudar a forma como os turistas, e portugueses, viajam com crianças”, ajudando “as famílias a viajar mais leves com o serviço de aluguer de material de bebé/criança”, explicou fundadora do projeto, Vera Cunha. A empresa oferece desde o aluguer a babysitting, refeições em casa, compras, transfers privados, guias locais, roteiros personalizados, além de outros.

O requerimento dos materiais pode ser feito diretamente através da loja online, na qual o cliente seleciona os produtos que deseja, escolhe o período de aluguer, indica o local de entrega e de recolha e realiza o pagamento. No entanto, caso o cliente esteja à procura de um produto específico, a empresa também trabalha de forma personalizada. “Todos os outros serviços – babysitting, refeições, transfers e compras por exemplo – são totalmente personalizados e portanto requer um contacto bem mais próximo, e não tão automatizado”.

A empresa atua também em eventos como batizados e casamentos, além de trabalhar com hotéis e Alojamento Local. Vera Cunha explicou que, por vezes, esses locais “ou não têm inventário suficiente (camas e cadeiras de refeição), ou não têm tudo o que a família precisa (banheira, espreguiçadeiras, brinquedos, cancelas de segurança) para garantir o seu conforto e necessidades e não sabem onde e como procurar serviços para famílias”.

Depois de passarem por um período difícil durante a pandemia, tendo ficado sem nenhum pedido de aluguer durante os meses de abril, maio e junho de 2020, hoje a situação já se encontra diferente. “No pós confinamento registamos um grande crescimento na procura, e adesão, aos nossos serviços. O verão de 2021 registou um crescimento de 200% face a 2019”, disse Vera Cunha. “Acreditamos que é possível um aumento considerável na adesão de novos clientes com uma maior comunicação e exposição para o exterior. Estamos também à procura de mais parceiros que permitam exponenciar a nossa comunicação”, completou.

Atualmente, a companhia está mais focada na Grande Lisboa, onde abrange 90% dos pedidos que recebe. No entanto, há também a possibilidade fazer os pedidos no Sul do país e no Norte. Além disso, Vera Cunha explicou que está no horizonte da empresa a presença no Algarve e Ilhas.

Artigo anterior15 museus a visitar em Portugal neste Outono/Inverno
Próximo artigoRyanair lança campanha com voos desde 9,99€ nos meses de novembro e dezembro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor coloque aqui o seu comentário
Por favor coloque o seu nome aqui