FATACIL. Foto: Facebook Fatacil

A FATACIL (Feira de Artesanato, Turismo, Agricultura, Comércio e Indústria de Lagoa) reabre na sexta-feira após dois anos de ausência devido à pandemia, apostando na animação musical, no setor equestre ou nos vinhos e gastronomia para superar os 196.800 visitantes de 2019, disse o presidente da Câmara de Lagoa, Luís Encarnação.

O evento, que se prolonga até 28 de agosto, tem um caráter “generalista” e “virado para as famílias”, contando com “cerca de 700 expositores”, um novo palco junto ao renovado ‘stand’ do município e um recinto com uma área de 10.000 metros quadrados, que permitirá aumentar de 20.000 para 28.000 a lotação, destacou o autarca de Lagoa.

“Vamos continuar a ter um excelente cartaz musical, que no fundo é uma importante âncora da feira”, assinalou o presidente da autarquia, referindo-se a artistas como Expensive Soul, João Pedro Pais, Resistência, Quim Barreiros, Fernando Daniel ou Tony Carreira.

Luís Encarnação frisou ainda que, no “setor equestre”, vai haver um “show polaco” que permitirá “manter a tradição de ter sempre uma estreia em solo nacional” e uma “forte aposta no setor equestre”, que classificou como “outra âncora muito importante da FATACIL”.

“Vamos continuar a apostar na gastronomia e nos vinhos, vamos ter – e isso sim, será uma novidade – um novo ‘stand’ do município, naquela zona de ‘lounge’, onde vamos ter uma nova área, com ‘design’ novo, mas com o mesmo propósito de continuarmos a promover os vinhos de Lagoa e do Algarve”, adiantou.

Outra novidade passa pela criação do “palco 2, o palco Lagoa, sempre com artistas locais”, que vão substituir os “apontamentos diários do rancho folclórico” que aconteceram em edições anteriores, “antes do espetáculo principal”, acrescentou.

O presidente do município do distrito de Faro referiu também que “a animação de rua vai continuar” e haverá “um aumento considerável dos expositores de artesanato”, assim como “um aumento significativo das máquinas industriais e dos automóveis, que é um setor também muito importante” na FATACIL.

O autarca deixou uma mensagem aos interessados em visitar a FATACIL para que, “por questões de comodidade, adquiram os bilhetes pelos meios online, se puderem”, porque permitem um “acesso fácil” e “chegar a qualquer porta e aceder ao recinto da feira”, a partir de um dos 11 parques de estacionamento disponíveis, sublinhou.

A feira decorre de 19 a 28 de agosto. O bilhete diário tem o custo de 4€, o passe para os 10 dias tem o valor de 25€, o bilhete família (4 pessoas) tem o preço promocional de 14€ e as crianças até aos 12 anos não pagam.

Artigo anteriorArábia Saudita quer construir o maior arranha-céus do mundo, com 170km de comprimento e 500m de altura
Próximo artigoHonest Greens abre novo restaurante na Avenida da Liberdade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor coloque aqui o seu comentário
Por favor coloque o seu nome aqui