Os comboios de tubo a vácuo podem viajar a 1000 km por hora. E, se o novo design funcionar, o comboio-avião híbrido será sugado ao longo de tubos de vácuo, ligando cidades distantes em menos de uma hora. As passagens custarão menos do que uma passagem de avião, prometeu a Transpod.

No evento de lançamento, o TransPod conseguiu demonstrar um protótipo reduzido. O comboio de uma tonelada descolou, viajou e pousou dentro de uma guia.

“A tecnologia é comprovada e temos a confiança de investidores, governos e parceiros para continuar a avançar para redefinir o transporte de forma eficaz”, disse o CEO da TransPod, Sebastien Gendron.

O Canadá tem atualmente um sistema ferroviário ineficiente e envelhecido. Nenhum dos seus comboios é de alta velocidade e apenas uma pequena fração da rede é eletrificada.

Se funcionar, o FluxJet transformará a situação ferroviária do país. A empresa planeia um sistema de tubos de rede em todo o Canadá, com estações nas principais cidades. Cada tubo poderá transportar 54 passageiros e dez toneladas de carga e as passagens custarão 44% menos do que uma passagem de avião, afirmou a empresa.

O projeto está atualmente em fase de pesquisa e desenvolvimento e até agora, os investidores forneceram 550€ milhões para o projeto. A primeira etapa planeada transportará passageiros entre as cidades de Calgary e Edmonton, uma viagem de cerca de 300 km. Se funcionar, o comboio reduzirá uma viagem de três horas para uma viagem de comboio de 45 minutos. A primeira fase tiraria um terço do tráfego da rodovia que liga Calgary a Edmonton, afirma a empresa.

“A primeira fase da construção consiste na conexão do aeroporto de Edmonton, que está prevista para começar no final de 2023, e a linha completa que liga Calgary a Edmonton em 2027”, disse o CEO da TransPod, Sebastien Gendron, à CNN.

Artigo anteriorAethos Ericeira é o novo hotel na Meca do surf em Portugal
Próximo artigoMoon Dubai: No futuro, vai poder passar a noite na lua neste resort de luxo no Dubai

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor coloque aqui o seu comentário
Por favor coloque o seu nome aqui