A companhia aérea Emirates acaba de lançar uma coleção exclusiva de malas, bolsas e acessórios fabricados com materiais reciclados de equipamentos de aviões.

A linha de edição limitada apresenta uma seleção de malas, mochilas, bolsas, porta-cartões, bolsas de higiene, cintos e até sapatos – todos projetados e feitos à mão por alfaiates da Emirates nas instalações da Emirates Engineering em Dubai. Estes produtos estarão à venda em 2024 nas lojas oficiais da Emirates e todos os lucros serão doados a crianças carentes, através da Emirates Airline Foundation.

Os materiais usados ​​para criar esta coleção foram recolhidos do icónico A380 da Emirates, bem como do modelo 777. Todos os tipos de materiais foram reaproveitados para as bagagens e malas, desde encostos de cabeça de alumínio, ao couro dos sofás no lounge a bordo do A380, aos cintos de segurança e até mesmo à pele do assento do comandante. Os materiais foram retirados de 16 aeronaves que foram modernizadas, mais de 14 mil kg de materiais já foram recuperados. À medida que o projeto continua, há espaço para recuperar até 270kg de couro e 627kg de tecido de assento, por cada aeronave modernizada.

Como cada peça é feita à mão sob encomenda, o cliente poderá solicitar gravação a laser personalizada em algumas bolsas, malas ou porta-documentos exclusivos e únicos. Os fãs da aviação poderão registar seu interesse em breve, mas a companhia alerta que “essas peças especiais são em quantidade limitada”.

De acordo com a transportadora aérea, os materiais utilizados “todos os tecidos são pré-lavados e depois limpos profundamente à mão, condicionados o couro, se necessário, e completamente desinfetados antes de serem costurados em peças exclusivas. Um novo forro é adicionado às bolsas, junto com fechos funcionais”.

A Emirates conta com uma equipa de 14 “alfaiates”, oficialmente denominados Assistentes de Manutenção de Engenharia, cuja função envolve consertar e costurar quaisquer rasgos no interior da vasta frota de aeronaves da Emirates. Quatro destes alfaiates dedicam-se atualmente a tempo inteiro à iniciativa de reciclagem, elaborando produtos reciclados e colaborando com fornecedores para obter ideias sobre como reaproveitar vários materiais.

Artigo anteriorDa arte à inteligência artificial. Exposição imersiva de Salvador Dalí chega a Lisboa
Próximo artigoÉ fã de esqui? Descubra as estâncias mais baratas (e caras) da Europa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor coloque aqui o seu comentário
Por favor coloque o seu nome aqui