Galeria James Simon é uma obra do reconhecido arquiteto David Chipperfield

Chegados os meses quentes e pensados os planos para as férias, é muito comum serem os destinos de praia os primeiros na lista de desejos. Mas se a sua praia são os museus, a arte, a história, a gastronomia e a natureza, então a Alemanha pode ser o seu destino de sonho. Veja cinco motivos para visitar o país.

Há mais um edifício na Ilha dos Museus

Chama-se Galeria James Simon é uma obra do reconhecido arquiteto David Chipperfield, e acaba de ser inaugurada na Ilha dos Museus de Berlim, sendo o sexto edifício do complexo classificado como património da UNESCO há mais de 20 anos.

A obra que começou a ser construída há seis anos não era uma tarefa nada fácil, uma vez que se tratava de uma intervenção numa área muito sensível e que já não recebia novos edifícios há mais de cem anos. A Galeria James Simon vai receber as bilheteiras e uma série de facilidades que vão permitir aos visitantes conhecerem um dos lugares obrigatórios de Berlim de forma muito mais cómoda.

Para além deste novo edifício, a ilha dos museus já é a casa do Altes Museum, o Neues Museum, a Alte Nationalgalerie, o Museu Bode e/ou o Museu Pergamon.

Há mais dois sítios classificados como Património da Humanidade

A Alemanha já era o terceiro país da Europa com mais monumentos classificados pela UNESCO e agora reforça a posição com duas novas entradas. Aos 44 já existentes juntam-se o o sistema de gestão de águas de Augsburg, a terceira maior cidade da Baviera. Remonta ao século XIV e inclui uma rede de canais, torres de água edificadas entre os séculos XV e XVII, três fontes monumentais e centrais hidroelétricas que hoje fornecem energia sustentável.

O segundo sítio classificado é partilhado com a República Checa e trata-se das Montanhas de Minério, Erzgebirge que foram a maior fonte de prata europeia desde 1460 a 1560.

Há cada vez melhores restaurantes na Alemanha

E se visitar um país não é uma tarefa completa sem conhecer a sua gastronomia, a Alemanha reforça a posição dos seus restaurantes com mais unidades com estrelas Michelin, são já 307.

Uma boa oportunidade para experimentar o que de melhor tem a gastronomia alemã para oferecer é o “Food for the Eyes. Summer Cinema”, um festival que acontece a 30 de julho e no qual um chef é convidado a cozinhar e a escolher um filme que será projetado para os comensais.

Dois dos melhores spas da Europa estão na Alemanha

Já falámos de arte, cultura e gastronomia, mas a Alemanha também pode ser um destino para relaxar e o Ösch Spa, que pertence ao Resort Öschberghof, foi recentemente eleito como o melhor Luxury Golf Resort Spa da Europa.

Por outro lado o Mizu Onsen Spa conquistou o título de melhor Luxury Resort Spa e também de Luxury Welness Spa da Europa Ocidental. Fica no Bachmair Weissach Spa & Resort, situado na margem do lago Tegernsee, a cerca de uma hora de Munique.

A natureza alemã

Quase metade da Alemanha é área protegida e cerca de um terço do território está coberto por florestas, tornando um país ideal para quem gosta de natureza. A caminhar ou a pedalar, os turistas mais preocupados com o ambiente podem descobrir o território de forma sustentável.

Precisamente para ciclistas, o país destaca-se pelo elevado número de alojamentos “bed and bike”. São 5.500 unidades preparadas para receber ciclistas, com as respetivas bicicletas onde são oferecidos mapas específicos e informação sobre as melhores rotas da região.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor coloque aqui o seu comentário
Por favor coloque o seu nome aqui